Início Logística Você sabe como calcular frete da transportadora? Veja os impactos no e-commerce

Você sabe como calcular frete da transportadora? Veja os impactos no e-commerce

calcular-frete-transportadora-ecommerce

A manutenção dos custos se apresenta cada vez mais como uma grande vantagem competitiva das empresas. Sendo assim, não podemos deixar de falar sobre como calcular frete da transportadora, visto que o custo logístico com frete do e-commerce tem uma representatividade expressiva no faturamento total das mercadorias vendidas.

Neste texto, nós esclarecemos alguns pontos importantes do cálculo do frete e os fatores que mais influenciam na decisão de compra dos consumidores. Continue a leitura do conteúdo e veja conosco como aprimorar seu e-commerce!

 

Desvendando os diferentes tipos de contratação de frete

A princípio, calcular frete de uma empresa de transporte pode parecer bem simples. No entanto, para os lojistas que querem utilizar esse tipo de custo como uma oportunidade de melhoria da rentabilidade do e-commerce e da atração de novos clientes, cada variável deve ser conhecida, a começar pelos tipos de contratação.

CIF

Cost, Insurance and Freight (CIF), ou em português Custo, Seguro e Frete, é a modalidade de contratação na qual o vendedor se responsabiliza pelos riscos e custos de transporte até a entrega do produto ao consumidor. Geralmente, o consumidor final prefere utilizar esse tipo de serviço, devido à facilidade.

Visto que neste caso é a empresa que faz o monitoramento da entrega, é essencial manter o cliente sempre informado. Por isso, contar com a integração na sua plataforma de e-commerce com um sistema que mostre um status detalhado do envio da mercadoria é importante para agradar os consumidores.

FOB

A sigla FOB representa Free on Board, que significa Livre a Bordo. A ideia aqui é que a responsabilidade do comerciante acabe no momento em que os itens comprados são enviados. Portanto, neste caso o cliente assume os riscos do deslocamento, assim como os custos envolvidos. O frete FOB é utilizado com mais frequência no transporte de cargas com alto valor agregado e com custo de frete mais elevado, sobretudo no e-commerce B2B.

Diferenças no cálculo do frete da transportadora

Visto que no tipo de frete CIF o varejista é o responsável pelos riscos e pelo pagamento dos custos, o valor do frete é, de uma forma geral, embutido no valor final do pedido. Dessa forma, o cliente não precisa pagar taxas adicionais após o pagamento do pedido.

Caso você trabalhe com maior frequência com o consumidor final, o tipo de contratação CIF pode ser a mais indicada. Agora, se as mercadorias são distribuídas para outras empresas, é comum que elas já tenham contratos com transportadoras parceiras e prefiram fazer o transporte de mercadoria de forma autônoma.

Tipos de carga

Quem deseja contratar uma empresa de transportes deve ater-se aos diferentes tipos de carga, de forma que a contratação do serviço atenda às necessidades da melhor forma possível. Portanto, precisamos entender melhor dois conceitos de logística, a carga fechada e a carga fracionada:

  • carga fechada: também conhecida como carga lotação, é utilizada quando a transportadora faz a entrega direto no destino, não sendo necessário fazer paradas no caminho. Dessa forma, representa uma carga que precisa ser transportada sozinha ou que ocupa o caminhão;
  • carga fracionada: refere-se ao transporte de uma parcela de toda a carga a ser transportada. Por exemplo, em um caminhão encontram-se três produtos, que serão entregues para clientes diferentes. Cada produto é considerado uma carga fracionada.

O controle da entrega das mercadorias, o custo, a cobertura geográfica e o tempo de entrega são alguns fatores que se diferenciam a depender do tipo de carga. A sugestão aqui é sempre analisar custo versus benefício de cada opção para escolher a melhor transportadora.

Variáveis diretas utilizadas no cálculo

Dentro disso, algumas outras variáveis também influenciam no valor final cobrado no frete. Confira!

Peso

Grande parte das transportadoras considera o peso do produto para calcular o valor do frete. O peso da embalagem do produto, assim como o volume de espaço ocupado, também podem influenciar ao calcular frete da transportadora. Portanto, atente-se a esses fatores.

Boa parte das plataformas de e-commerce utilizam as tabelas de preço dos Correios. No entanto, uma plataforma mais customizada e robusta possibilita que os varejistas cadastrem a própria tabela de frete a partir do contrato com transportadoras ou, até mesmo, utilizando veículo próprio.

Valor

Qual é o tipo de mercadoria que a sua empresa deseja transportar? Os produtos possuem um alto valor agregado? Saiba que se a resposta for afirmativa, isso pode influenciar no valor do frete. O preço da mercadoria utilizado para o cálculo é o montante registrado na Nota Fiscal de venda.

Por fim, é importante ter em mente que o transporte de mercadorias envolve a incidência de várias taxas, e algumas delas podem variar de acordo com o valor da mercadoria. Por exemplo, a GRIS (Gerenciamento de Riscos) tem como intuito prevenir furtos, assalto e roubos dos itens transportados. O valor dessa taxa é aplicada sobre o valor da NF. Assim, quanto maior for o valor o produto, maior será a taxa.

Distância

Outro ponto primordial que deve ser considerado é a distância do translado. Essa variável determina os gastos como combustível, tempo de entrega, etc. Além disso, a depender da localização, podem ser necessários mais de um tipo de transporte.

Uma estratégia interessante é oferecer a possibilidade de que o cliente compre online, mas retire o produto na loja sem custos. Dessa forma, verifique se é possível cadastrar regras para o consumidor fazer a retirada do pedido no seu estabelecimento.

Meio de transporte

Finalmente, o meio de transporte é outra variável essencial que compõe o cálculo do frete. No Brasil, a maioria dos carregamentos é feita pela malha rodoviária, visto que é o principal sistema logístico do país.

Após definir o meio de locomoção, é importante que você alinhe com a sua equipe as taxas incorridas para essa modalidade. Tenha em mente que existe a incidência de pedágios e da Taxa de Restrição ao Trânsito (TRT), que é cobrada nos casos em que há restrições à circulação de veículos de carga em determinados horários do município.

Como a integração de plataforma ajuda no cálculo de frete?

A essa altura do texto, se você ainda não tinha parado para colocar no papel todas as variáveis que integram o cálculo do frete das transportadoras, deve estar se perguntando como realizará essa conta de forma rápida e inteligente. E é exatamente nesse aspecto que uma plataforma integrada pode ajudar você a se destacar no mercado.

Existem diversas soluções para o cálculo do frete em uma plataforma de e-commerce de alta performance. A cotação de frete, a opção de dropshipping, assim como o rastreamento de mercadoria podem ser customizados de acordo com a necessidade do seu empreendimento.

Finalmente, as diversas integrações de plataforma possibilitam que você conte com as melhores transportadoras, economizando tempo e recursos, como é no caso do uso de um gateway de frete. Assim, se você cogita migrar para uma plataforma que permita integração com diferentes sistemas, saiba que a otimização para calcular frete da transportadora será um grande diferencial.

Baixe o e-book: montar
e-commerce de sucesso
Saiba como aproveitar um mercado que movimenta quase R$60 bilhões por ano ao iniciar uma operação online de sucesso!

Quero ler o e-book agora!