Conheça estratégias de como divulgar um e-commerce - Tray Corp

Seis estratégias fundamentais de como divulgar um e-commerce

Convidamos você a ler um conteúdo sobre seis estratégias que você deve adotar para divulgar o seu e-commerce. Não deixe de conferir.

Confira o nosso artigo e conheça seis estratégias de divulgação de um e-commerce para aumentar as suas vendas.

Saber como divulgar um e-commerce é essencial, uma vez que, se for algo bem feito, ajudará na consolidação da marca e na geração recorrente de receitas. Muitas pessoas passaram a usar os meios digitais para comprar produtos e contratar serviços. Por isso, aparecer para esse público e mostrar diferenciais são extremamente importantes na hora de fidelizá-lo.

Embora vender na Internet pareça ser mais simples e barato do que ter uma loja física, é preciso ter em mente uma série de procedimentos a fazer. A parte logística, por exemplo, deve ser minuciosamente planejada, uma vez que as mercadorias vendidas podem ser entregues a diferentes lugares do território nacional. Além disso, estar atento à estratégia e aos meios de divulgação é indispensável.

Continue a leitura do nosso artigo e conheça as seis estratégias fundamentais que você pode adotar para divulgar o seu e-commerce.


A importância das estratégias de marketing e de divulgação para um e-commerce

Um bom planejamento dos objetivos que se deseja alcançar é fundamental. Com base no que foi programado, será possível medir se os resultados estão sendo ou não atingidos. Nesse sentido, o marketing deve ser inserido, uma vez que ele auxiliará o e-commerce a não só ser visto, mas também, lembrado pelas pessoas.

Em outras palavras, uma estratégia bem definida e focada nos interesses da persona do negócio terá como consequência o aumento do número de visitas às páginas do blog ou da loja virtual. Logo, as chances de alguém fechar um negócio aumentarão.

Também é importante destacar que essa estratégia funciona para o marketplace, que, embora seja um negócio online, consiste em um modelo de negócios com particularidades e dinâmica próprias. Nesse sentido, é importante, para evitar equívocos, saber a diferença entre e-commerce e marketplace.

As vantagens de um e-commerce

Empreender na Internet abre um leque de novas oportunidades. Dentre as principais vantagens do e-commerce, podemos citar:

  • aumento da visibilidade do negócio;
  • redução de custos com aluguel de espaços físicos. Dependendo do negócio, é possível optar por um estoque mais enxuto;
  • disponibilidade integral da loja virtual;
  • possibilidade de vender para qualquer domicílio no Brasil;
  • mensuração de resultados;
  • escalabilidade do negócio;
  • oferta de produtos e serviços para um público segmentado, além de uma experiência personalizada ao consumidor.

Principais estratégias de divulgação de um e-commerce

Como falamos, o sucesso de uma loja virtual está em uma boa divulgação. Por isso, separamos para você seis estratégias que ajudarão o seu negócio a obter os resultados esperados. Acompanhe.

1. Ter um blog

É fundamental que se tenha, além da loja virtual, um blog que tenha conteúdos publicados frequentemente. Com isso, fica mais fácil trabalhar a jornada de compra do consumidor. Em outras palavras, as estratégias de SEO, por meio do uso de palavras-chave, podem ser trabalhadas de acordo com cada etapa do funil de vendas.

2. SEO

O SEO, ou Search Engine Optimization, é composto por técnicas que melhoram o ranqueamento das páginas web. O ponto de partida para que o seu negócio seja bem-visto está em aspectos ligados à otimização interna.

Eles podem consistir, por exemplo, em uma boa descrição dos produtos da loja virtual, destacando os benefícios que o consumidor terá, bem como uma boa imagem. Essa, por sinal, é outra forma de trabalhar o SEO.

Outro aspecto importante diz respeito à lincagem externa, que consiste em outros blogs e sites terem links que levam a alguma página do seu negócio. Sobre o SEO, ainda é válido salientar que ele consiste em uma estratégia que dá resultados em médio e longo prazo.

Como será visto a seguir, a mídia paga pode dar um retorno em menos tempo. Para que o SEO como um todo seja bem feito, é preciso observar os aspectos relacionados a:

  • usar palavras-chave que tenham sentido e sejam relevantes para a persona do negócio;
  • fazer URLs limpas;
  • prezar pela responsividade, uma vez que muitas pessoas usam o celular para acessar blogs e lojas virtuais;
  • levar em conta a experiência do usuário;
  • fazer conteúdos autorais e prezar por aspectos como a escaneabilidade, a fluidez e a clareza na hora de escrever os textos.

3. Redes sociais

Antes de começar a divulgar a loja online nas redes sociais, é fundamental que se saiba em quais plataformas o público mais interage. Em outras palavras, não adianta ter um perfil no Twitter, enquanto a persona costuma usar o Instagram com mais frequência, por exemplo. Além disso, é importante estar atento à linguagem e ao tom de voz empregados.

Na prática, isso significa observar a faixa etária predominante em uma rede social, de modo que a comunicação da marca com esse público faça sentido. Responder comentários e mensagens privadas também é indispensável para fortalecer o relacionamento com os usuários dessas plataformas.

4. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é o que está por trás do aumento da relevância e, por consequência, das vendas em muitos negócios online. Isso se dá porque ele tem por objetivo guiar a persona em todas as fases do funil de vendas, desde a atração, passando pela consideração e concluindo na decisão.

Em cada uma dessas etapas, existem conteúdos específicos, que têm por objetivo gerar o engajamento e a conversão. Para usar o marketing de conteúdo, é preciso, dentre outras coisas, conhecer bem a persona do negócio, trabalhar o SEO e utilizar as redes sociais, por meio de publicações relevantes ao público.

Nesse sentido, o calendário editorial ajuda bastante na elaboração e organização dos conteúdos que serão publicados em redes sociais.

5. E-mail marketing

Ter uma lista de contatos composta por pessoas que apreciam o seu negócio é um ativo de grande valor. Você pode nutrir essa audiência com conteúdos que possam não só informá-la sobre determinado assunto, como também direcioná-la para uma compra, se ela já estiver preparada para isso.

Sobre o e-mail marketing, vale salientar que os disparos de mensagens não podem ocorrer manualmente. Mesmo que no início a sua lista seja pequena, com o passar do tempo, pode ficar proibitivo fazer esse procedimento sem o uso de uma ferramenta de automação.

6. Mídia paga

Ao contrário do SEO, a mídia paga costuma entregar resultados de curto prazo. Entretanto, o melhor a fazer é utilizar as duas estratégias simultaneamente, sendo que a ferramenta mais conhecida para investir em anúncios é o Google AdWords. Com ela, o negócio pode aparecer não só nos primeiros resultados do buscador, mas também, no YouTube e em blogs.

Para obter receitas recorrentes, saber como divulgar um e-commerce é fundamental. É preciso aproveitar que as pessoas estão usando a Internet cada vez mais para pesquisar e comprar produtos, investindo nas estratégias que foram apresentadas ao longo do artigo.

cta-migracaoPowered by Rock Convert
Solicite uma proposta