Início Gestão E-commerce: as vantagens e desvantagens desse modelo de negócios

E-commerce: as vantagens e desvantagens desse modelo de negócios

ecommerce-vantagens

Vivemos uma época em que a tecnologia transforma constantemente o nosso modo de viver em diversos aspectos. O surgimento das lojas virtuais, por exemplo, tem fomentado novas experiências aos consumidores, ao mesmo tempo em que gera desafios a muitos comerciantes. Por isso, quem tem foco em expandir a sua posição no mercado precisa entender a fundo as vantagens e desvantagens do e-commerce.

Se esse é o seu caso, continue lendo este artigo para entender melhor esse modelo de negócios e o que ele, de fato, tem a oferecer a você.

 

As vantagens de ter um e-commerce

De fato, o aumento das vendas online e o desenvolvimento de diferentes estratégias para expandir os canais de comércio têm incentivado muitos lojistas a montar um e-commerce. Mas esses não são os únicos benefícios envolvidos. Confira, a seguir, o que uma loja virtual pode oferecer ao seu negócio.

Mais praticidade aos clientes

Em primeiro lugar, ao abrir um e-commerce você consegue oferecer mais praticidade aos consumidores. Afinal, o ambiente digital permite que se faça pesquisas vastas e comparativos de preços com facilidade, algo muito valorizado atualmente. Além disso, ele garante que mesmo quem mora longe da loja física possa consumir os seus produtos, recebendo-os em casa — um diferencial que ajuda a aumentar a sua carteira de clientes.

Facilidade na criação de anúncios

Outro benefício importante de ter um e-commerce é a facilidade de criar anúncios e lançá-los rapidamente na rede. Isso significa que a sua empresa não precisa gastar com impressão de materiais para manter os consumidores informados e pode mudar o status de disponibilidade do produto em tempo real.

Além disso, os sistemas de análise de dados garantem mais controle sobre o desempenho de cada oferta. Dessa forma, o gerenciamento das promoções se torna bem mais eficiente.

Possibilidade de acompanhar os resultados

Como dissemos, modelos de negócio online podem ser acompanhados e analisados a partir de sistemas de análise de dados — o que é muito útil, principalmente porque eles dão uma visão geral do seu desempenho em cada trabalho.

Tráfego no site, taxa de retorno, faturamento mensal, volume de transações e ticket médio são apenas alguns exemplos de métricas e informações que você obterá ao fazer uso de uma boa plataforma de e-commerce. E todo esse acompanhamento é crucial para você definir suas ações de marketing e vendas, sempre com o objetivo de atingir os clientes com mais precisão.

Facilidade para monitorar os consumidores

Além de contar com informações do seu próprio negócio, é possível descobrir detalhes relacionados ao perfil dos seus consumidores. Com base no comportamento de quem acessa o site da loja, você saberá, por exemplo:

  • quais são os produtos mais buscados;
  • quais botões tendem a ser clicados com mais frequência;
  • qual horário apresenta pico de acesso;
  • quais são os períodos do ano em que as vendas aumentam, entre outros dados essenciais para otimizar suas campanhas.

Possibilidade de funcionamento 24/7

Mais um aspecto relevante para gerar vendas é a disponibilidade do e-commerce: na web, a sua loja fica ativa 24 horas por dia. Isso significa que os clientes podem acessar os produtos e conferir detalhes da compra a qualquer momento, seja durante o dia, seja na madrugada. Sem dúvida, uma excelente oportunidade para vender mais sem precisar investir muito dinheiro.

Isso se estende inclusive ao atendimento, já que é possível automatizá-lo. Você pode elaborar um questionário contendo as perguntas mais frequentes do público e disponibilizar suas respostas na loja virtual. Assim, você garante que o consumidor consiga informações relevantes sem precisar acionar um funcionário.

As desvantagens de ter um e-commerce

Como todo modelo de negócio, a loja virtual também tem pontos que podem ser considerados negativos por quem ainda não tem o preparo necessário. Por outro lado, mesmo que o nosso objetivo seja apontar as vantagens e desvantagens do e-commerce, vale dizer que muitos desses aspectos desfavoráveis podem ser tratados como desafios a serem superados. Vejamos quais são eles.

Dificuldade para estabelecer um bom relacionamento

Hoje, o cliente tem não só o poder de concluir um negócio, mas também de compartilhar as suas impressões em relação à transação, sejam elas positivas, sejam negativas. E isso pode impactar a reputação da empresa, a depender de cada caso.

Surge, então, um dos principais desafios do empresário virtual: dar sempre um retorno rápido aos pedidos do cliente, para evitar transtornos e a criação de uma imagem desfavorável da marca perante o mercado.

Necessidade de organizar o setor de logística

Cuidar do setor de logística é um dos mais complexos desafios em um e-commerce. Qualquer falha nesse trabalho pode comprometer o sucesso do negócio — afinal, quase todas as etapas tem alguma relação com a logística, desde a entrega correta do produto até a satisfação de quem comprou em sua loja virtual.

Nesse sentido, toda e qualquer otimização feita na logística de um e-commerce não é só bem-vinda como extremamente necessária.

Exigência de estratégias de SEO

Encontrar o seu e-commerce nas primeiras posições do Google seria um bom motivo para comemoração. No entanto, a maioria dos sites de comércio eletrônico não alcança o topo das buscas porque muitas pessoas tendem a listar os seus produtos, serviços e preços de forma superficial.

Para não cometer o mesmo erro, é fundamental investir em estratégias de Search Engine Optimization (SEO), incluindo palavras-chave nos conteúdos e nas tags das imagens. Também é importante escolher uma URL objetiva e otimizar as descrições de produtos.

O crescimento do segmento de e-commerce no Brasil

Agora que você já conhece as principais vantagens e desvantagens do e-commerce, vale a pena conferir alguns dados que comprovam o crescimento desse modelo de negócio no mercado. Destacam-se entre as principais informações relativas ao ano de 2018:

  • crescimento de 12%;
  • faturamento de R$ 53,2 bilhões;
  • total de 123 milhões de pedidos realizados pelo e-commerce (resultado 10% maior em relação ao ano anterior);
  • ticket médio de compras em R$ 434,00;
  • chegada de 10 milhões de novos compradores;
  • moda, cosméticos e perfumaria na lista de categorias com maior crescimento.

Como podemos ver, o cenário é promissor para quem aposta nesse modelo de negócio. E a boa notícia é que, agora, você já tem noção das vantagens e desvantagens do e-commerce, podendo aproveitar as melhores oportunidades com preparo e buscar formas de superar os seus principais desafios.

Baixe o e-book: montar
e-commerce de sucesso
Saiba como aproveitar um mercado que movimenta quase R$60 bilhões por ano ao iniciar uma operação online de sucesso!

Quero ler o e-book agora!