Início Gestão Saiba o que é e-commerce e como entrar nesse mundo agora mesmo

Saiba o que é e-commerce e como entrar nesse mundo agora mesmo

o-que-e-ecommerce

Se você quer definitivamente saber o que é e-commerce e como ele funciona veio ao lugar certo. Esse termo significa toda e qualquer forma de comercialização feita de maneira virtual, ou seja, vendas realizadas sem presença física entre as partes, por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas, tais como smartphones, tablets e computadores.

Em geral, o comércio eletrônico está atrelado à venda online de mercadorias físicas. Isto é, a compra é feita na web e o produto é entregue no endereço do cliente, por diversos meios logísticos, como Correios, motoboy, transportadora, etc.

Continue lendo este conteúdo para saber um pouco mais sobre o que é e-commerce e como investir nesse segmento que está crescendo a cada dia. Boa leitura!

 

As diferenças entre e-commerces B2B e B2C

Ainda que esses dois termos sejam bastante conhecidos, eles vêm conquistando cada vez mais importância com a consolidação do comércio eletrônico.

Conheça as principais diferenças entre e-commerce B2B e B2C.

B2B

Abreviação para Business to Business, que significa negócios entre empresas. Quando uma companhia adquire insumos ou matérias-primas de outra, por exemplo, está executando uma transação B2B.

A negociação B2B mais comum é entre empresas e fornecedores. Porém, distribuidores, importadores e revendedores também fazem parte dessa categoria. Nesse sentido, as compras podem envolver tanto a fabricação de produtos quanto a revenda direta.

B2C

Já o comércio eletrônico Business to Consumer está atrelado às transações feitas pela internet entre empresas e clientes. A loja online é um bom exemplo, mas também é necessário incluir prestadores de serviços e, até mesmo, empresas que negociam diretamente com o consumidor final — em algumas situações, com a intervenção de um distribuidor.

Vale citar que diversas marcas podem atuar tanto no mercado B2B quanto no B2C, o que é bastante promissor. Para isso, elas devem criar estratégias variadas de gestão, precificação e marketing. Afinal, cada segmento conta com demandas, características e critérios distintos.

Número de pessoas que compram via e-commerce no Brasil

De acordo com o 37º Reletatório WebShoppers, foram feitas mais de 50,3 milhões compras online únicas, o que abrange uma grande parcela do público adulto. Já a pesquisa desenvolvida pela BigData Corp mostra que há mais de 670 mil lojas virtuais ativas no mercado brasileiro.

Veja abaixo o levantamento mais recente realizado pela Ebit, sobre as categorias de produtos mais vendidos:

  • moda e acessórios – 14,2%;
  • cosméticos, perfumaria e saúde – 12%;
  • eletrodomésticos – 10,8%;
  • casa e jardim – 10,5%;
  • celulares e telefonia – 9,5%;
  • assinaturas, apostilas e livros – 8,3%;
  • esporte e lazer – 6,4%.

Como montar um e-commerce de sucesso

Quer vender na internet e obter os melhores resultados da sua marca? Conheça, a seguir, algumas etapas que podem transformar seu negócio em um e-commerce de sucesso!

Descobrir para quem vender na web

Avalie, estude e pesquise o máximo de dados possível sobre segmento, nicho de mercado e produtos que deseja oferecer. Analise o índice de faturamento, compra/venda e grau de interesse pelos potenciais clientes.

Identifique seu público-alvo, quais são suas pretensões ao consumir, o que curte fazer nos momentos de lazer, melhores horários para estabelecer uma comunicação e outras informações estratégicas que possam fortalecer suas abordagens. Após levantar esses fatores, é preciso:

  • estabelecer parcerias com os melhores fornecedores e sistemas que dinamizam e simplificam as transações virtuais;
  • criar vínculos com os potenciais clientes por meio de diversos canais de contato, como e-mail, chat, Whatsapp e telefone para que o público seja esclarecido sobre todas as dúvidas que possam surgir durante a jornada de compra.

Escolher a plataforma ideal

Descubra se a plataforma de e-commerce permite a expansão do negócio, se oferece todas as funcionalidades necessárias para a loja prosperar, se conta com recursos para sites de busca e, claro, se é uma ferramenta confiável e eficiente.

Selecionar as melhores modalidades de pagamento

Essa ação afetará diretamente nas conversões do e-commerce. A princípio, vale reforçar que, se o cliente não se sentir seguro, não fechará negócio. Logo, priorize a credibilidade da marca e faça com que os internautas saibam disso.

Ademais, disponibilizar diversos meios de pagamento é muito importante para captar mais consumidores, portanto, boleto bancário, boleto pós-pago, cartões (crédito e débito) e outras modalidades são muito bem-vindas na loja virtual.

Investir em marketing digital

Canais de atendimento e divulgação devem ser incluídos no plano de ações quando seu comércio eletrônico for lançado. O marketing digital deve ser levado a sério, com KPIs (indicadores chave de desempenho) apropriados e que considerem não somente engajamento, mas também margem de lucro, receita e vendas.

Uma boa gestão de performance e utilização de recursos especializados (e-mail marketing, mídias sociais e SEO) pode ajudar seu negócio ter o alcance desejado.

Fatores importantes para o funcionamento de uma loja virtual

Certifique-se de que os seguintes aspectos estão preparados para que seu e-commerce conquiste os clientes:

  1. parceria de logística: entrega de produto é coisa séria, pois é o momento mais esperado pelo comprador. É preciso entender todos os processos de execução e gerenciamento das operações de logística, como armazenamento, controle de estoque e transportes, para que tudo saia nos conformes;
  2. links funcionando: isso mesmo! Todos os botões e links devem direcionar o cliente para uma nova aba da loja. Portanto, teste todos eles e monitore todos os ambientes com atenção;
  3. descrições de produtos: um texto objetivo e atrativo — que aponte todas as características e funcionalidades do item — é indispensável para manter o cliente a par do que está comprando;
  4. reviews de produtos: esse tipo de informação pode ser decisiva para aumentar as chances de venda. Sem contar que uma opinião (ou crítica) sincera de quem já comprou pode dar mais credibilidade à loja;
  5. cálculo de frete: essa ferramenta é extremamente importante para facilitar a experiência de compra do público. É necessário implementá-la na página do item — jamais no carrinho —, pois se o valor do frete for muito elevado, a pessoa desistirá da compra imediatamente;
  6. opções de frete e rastreio: oferecer diversos tipos de frete é muito importante para dar mais autonomia ao comprador. Além disso, assim que a mercadoria for postada, o consumidor deve receber o número de rastreio para monitorar o status do produto;
  7. cumpra com a promessa da loja virtual: estipule o prazo de entrega dos Correios e transportadoras e adicione o tempo que sua empresa terá para despachar o pedido antes de comunicar o prazo. Tente fazer com que a mercadoria chegue sempre antes do esperado para aumentar o índice de fidelização da clientela.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a compreender o que é e-commerce e como investir nesse segmento para aumentar suas vendas. Se as informações mencionadas acima forem colocadas em prática, sua marca terá grandes chances de se consolidar no varejo virtual.

Para se aprofundar mais no assunto e saber como ter excelentes resultados no mercado online, baixe o nosso guia com o passo a passo de como montar uma loja de sucesso!

Baixe agora o Guia completo de como montar um e-commerce de sucesso