Início Logística O que é gateway de frete e qual seu papel no e-commerce?

O que é gateway de frete e qual seu papel no e-commerce?

gateway-frete-ecommerce

Se você tem uma loja virtual que busca atender a diversas localidades no país, não pode deixar de contar com diferentes formas de entrega dos seus produtos e adotar ferramentas capazes de aprimorar a experiência de compra dos usuários. Dessa forma, é possível aumentar as vendas e alcançar sucesso no mercado com o seu e-commerce.  

Além disso, os custos de frete apresentam importante papel na taxa de conversão. Segundo um estudo realizado pelo Baymard Institute, 60% dos consumidores costumam abandonar uma compra se a taxa de entrega for muito elevada. Diante disso, é essencial buscar maneiras de diminuir esse valor e oferecer diferentes opções de despacho para que o cliente possa escolher o que julga melhor.

É nesse contexto que o gateway de frete se torna extremamente vantajoso. Trata-se de uma ferramenta para gestão de contratos e tabelas de frete, que se integra às lojas virtuais, oferecendo aos clientes opções de entregas e prazos atraentes. 

Para que você saiba mais sobre o assunto, mostraremos, neste artigo, qual o benefício de se usar esse serviço em operações de e-commerce. Continue a leitura e confira!

O que é gateway de frete

Esse mecanismo proporciona possibilidades de entregas e prazos mais interessantes para os clientes, além de garantir uma gestão estratégica no processo de entrega das mercadorias que pode impactar as vendas do seu e-commerce.  

De forma simples e direta, o gateway de frete possibilita ao cliente um rol maior de opções e garante um cálculo mais preciso do custo de despacho. Além disso, a ferramenta pode gerar relatórios que identificam onde as vendas estão sendo perdidas.

Funciona da seguinte forma: o cliente escolhe os produtos que deseja comprar e os adiciona ao carrinho, informando o CEP para entrega. As informações são direcionadas para o sistema de gateway que, automaticamente, retorna as opções de despacho que o lojista oferece. Então, o cliente escolhe aquela que melhor o atender, avaliando as variáveis de preço e prazo de entrega.

Vantagens da utilização dessa ferramenta

Como dito anteriormente, dentre as vantagens do gateway de frete, a principal é a maior oferta de transportes de mercadorias, que pode aumentar a taxa de conversão de vendas e baratear os custos de entrega tanto para o lojista quanto para o consumidor.

Esse tipo de tecnologia possibilita que todo procedimento de cálculo de preço e de prazo seja realizado de modo ágil e preciso. Vale ressaltar que com o gateway você pode oferecer melhores condições de frete.

Entender o papel das transportadoras, conhecer o público-alvo, criar campanhas inteligentes de frete e facilitar a administração das tabelas são outras vantagens desse tipo de ferramenta para as lojas online, que fazem toda diferença no processo. 

Benefícios do gateway de frete para o seu negócio

Quando uma loja virtual utiliza gateway de frete, há um retorno mais dinâmico do site com as opções de despacho e prazos oferecidos pelo lojista. Assim, utilizando o gateway as informações são repassadas de maneira rápida, para que o cliente faça sua escolha de frete.

Nessas ferramentas, costumam-se aceitar diversos tipos de transportadoras, a começar das mais conhecidas no segmento até as empresas menores que atendem a regiões mais específicas.

Outro fator importante diz respeito ao controle de custos. Em alguns casos, com a utilização do sistema, é possível acompanhar os gastos gerados com o serviço de transporte, além de determinar variações, ocorrência de reajustes e realizar comparativos entre os valores. 

A integração entre os sistemas e a automatização do processo é uma grande vantagem desse tipo de sistema para o seu negócio, pois evita que o trabalho de conferência de informações seja feito de forma manual. Isso reduz consideravelmente as falhas nos cálculos e impulsiona a experiência de compra do cliente. 

As lojas virtuais passaram a aderir a esse sistema de gerenciamento da cadeia de fretes para garantir eficiência nos processos e organização dos dados do negócio.

Outros tipos de gateway

Com o objetivo de buscar alternativas que aprimorassem a organização dos pedidos feitos no e-commerce e outros canais, diferentes opções de gateways são oferecidas. Entre elas, podemos destacar:

Gateway Logístico

Consiste em um recurso tecnológico bem abrangente, que relaciona toda a cadeia logística de um e-commerce. Assim, diferentemente do gateway de frete, ele não cuida apenas da gestão de fretes, mas de toda a logística do empreendimento.

De modo geral, essa tecnologia garante o fluxo de informações de modo seguro e a otimização dos processos. 

Suas principais funções são:

  • acompanhar o abandono de carrinhos;
  • coordenar o fluxo de dados;
  • atualizar as informações;
  • gerir os prazos, preços e desempenho de transportadoras.

TMS (Transportation Management System)

É um sistema que atua na administração do transporte e distribuição. Seu principal objetivo é realizar de modo integrado todas as operações que envolvam a gestão de transportes, ou seja, ele acompanha uma carga desde a sua expedição até a sua entrega.

Entre suas principais funções, estão:

  • cálculo do valor de frete;
  • gestão dos despachos e rastreamento dos pedidos;
  • emissão de faturas e conferências de informações;
  • monitoramento dos envios e de situações de reembolso.

O TMS muitas vezes faz parte do próprio sistema de gestão do e-commerce (ERP). Em alguns casos, ele pode ser comercializado como um módulo a parte, mas ainda assim o seu funcionamento está ligado diretamente ao do ERP.

A principal diferença entre os gateways logístico e de frete e o TMS é que os dois primeiros dizem respeito mais a parte de front-end, afetando diretamente a decisão do consumidor e a experiência de compra. O último, por sua vez, atua mais no backoffice, lidando com outros aspectos da operação para além do despacho, como a parte de emissão de etiquetas e auditoria de faturas.

De maneira geral, essas opções são consideradas complementares. Cabe a cada empreendimento avaliar as necessidades de sua gestão logística e a relação custo-benefícios do contrato de cada uma dessas ferramentas.

Por fim, a entrega é uma etapa crucial para garantir uma boa experiência de compra para os seus clientes. Nesse caso, fica claro a necessidade e a importância de se investir nesse segmento e organizar os contratos e as tabelas de frete para que se consiga oferecer diversas opções de transporte de cargas.

Para isso, é fundamental contar com um sistema de e-commerce que forneça as principais integrações com as soluções de frete e logística utilizadas. Se você quer saber mais sobre isso, confira nosso artigo sobre as vantagens e desvantagens de uma plataforma open source!