Início Estratégias de Marketing Google Shopping: entenda o que é e como usá-lo para vender mais

Google Shopping: entenda o que é e como usá-lo para vender mais

google-shopping

O Google Shopping é uma excelente ferramenta para aumentar as suas vendas. No entanto, muitos ainda negligenciam essa estratégia extremamente valiosa. Com o aumento da concorrência no mundo virtual, tomar ações que contribuam com o crescimento das transações dentro do e-commerce é fundamental para mantê-lo em bom funcionamento.

Porém, para que essa ferramenta proporcione os resultados esperados, é importante que você saiba colocar em prática as estratégias corretas. Dessa forma, se torna mais fácil aumentar o seu faturamento e fidelizar o seu consumidor.

Neste artigo, vamos explicar a você o conceito do Google Shopping, como ele funciona, quais são os benefícios que traz para a sua loja virtual e, claro, como colocar em prática o quanto antes. Continue a leitura e confira!

 

O que é Google Shopping?

Para um melhor entendimento, o Google Shopping pode ser comparado a uma vitrine virtual dos produtos oferecidos pelas lojas cadastradas, sendo esse motivo que justifica a escolha do nome.

Basicamente, suas funcionalidades são muito parecidas com as do Zoom e do Buscapé, mas a diferença é que a ferramenta é integrada ao Google. Desse modo, dependendo do tipo da busca realizada, os produtos que estão disponíveis no Google Shopping aparecem nos resultados patrocinados.

Essa ferramenta também tem a sua própria página, na qual os consumidores podem realizar uma busca por marcas ou categorias, além de usar filtros para a exibição dos resultados e de fazer uma pesquisa mais específica.

Como ele funciona?

O seu funcionamento é muito simples. Para explicar melhor, vamos dar um exemplo: suponhamos que o consumidor está à procura de uma geladeira nova. Ao digitar o que deseja adquirir no mecanismo de busca, os resultados do Google Shopping vão aparecer até mesmo antes dos links patrocinados.

Quando isso acontece, o produto já aparece com o preço e o título destacados, além do endereço online da loja virtual que o comercializa. Caso o potencial cliente queira realizar uma busca mais completa, ele só precisa clicar em “resultados no Google Shopping para…” e terá mais informações sobre os produtos anunciados.

anúncios-google-shopping

Quais são seus benefícios?

Depois de entender o conceito do Google Shopping e como ele funciona, é importante estar ciente dos benefícios que oferece para o seu e-commerce. A seguir, listamos os principais deles.

Maior exposição dos seus produtos

Como já explicamos, os produtos anunciados no Google Shopping estão sempre bem-posicionados no mecanismo de busca, antes mesmo dos anúncios pagos, que aparecem sempre na primeira página. Quem não quer uma visibilidade como essa?

Dessa forma, fica mais fácil para o seu potencial cliente achar o seu produto antes dos que são oferecidos pela concorrência. Isso faz com que sua loja virtual fique em evidência inclusive para os consumidores que não a conhecem.

Possibilidade de encontrar o consumidor no momento da compra

Quem está em busca de opções de produtos, geralmente já está convencido de que precisa comprá-lo. Sendo assim, nesse momento, não é necessário convencer o potencial cliente de que ele tem uma dor e que ela precisa ser solucionada.

Você só precisa mostrar as suas opções a fim de oferecer a solução que ela precisa. Encontrar o consumidor no seu momento de decisão da compra é uma das melhores formas de aumentar as vendas.

Mensuração eficiente dos resultados

Peter Drucker é considerado um dos maiores expoentes da administração na modernidade. Você já deve ter ouvido uma célebre frase dele que diz: “O que pode ser medido, pode ser melhorado.”

O Google Shopping vai ajudá-lo justamente a medir o desempenho de cada produto, fornecendo muitos detalhes sobre a operação. Assim, é possível identificar se existem gargalos que estão prejudicando o sucesso do anúncio a fim de tomar ações corretivas que resolvam o problema e otimizem as vendas.

Como usar o Google Shopping para vender mais?

Gostou dos benefícios que o Google Shopping oferece e quer que a sua loja virtual também tenha acesso a eles? Então não deixe de conferir as próximas dicas, porque vamos ensiná-lo a usar essa ferramenta para aumentar as suas vendas.

Ative seu usuário

O primeiro passo para anunciar seus produtos no Google Shopping é ter o domínio do site verificado e usuários ativos em duas ferramentas do Google, que são:

  • Google Ads (AdWords): o qual será utilizado para dar lances, definir palavras-chave e monitorar os resultados;
  • o Merchant Center: é aqui que estão cadastradas as informações dos seus produtos. Assim, essa ferramenta servirá para carregar o feed de produtos diretamente do seu site.

Configure o feed de produtos

Essa configuração é um ponto indispensável. Nesse momento, você precisa:

  • escolher um título para que o seu produto possa ser identificado com mais facilidade na hora da pesquisa;
  • realizar a descrição do produto contendo a palavra-chave — o ideal é que aqui ela apareça apenas uma vez para o seu site não ser penalizado pelo Google. Não se esqueça de apresentar o material usado, as recomendações de uso do produto, etc.;

  • definir a categoria adequada. Para isso, baixe a tabela de taxonomia e use o comando Ctrl+F para encontrar aquela que mais se aproxima do seu produto;
  • selecionar a imagem. De preferência, é importante que elas tenham um fundo branco, sem textos ou logotipo da loja.

Essas são apenas algumas especificações que são exigidas. Fique atento para não pular nenhuma etapa.

Algumas plataformas, como é o caso da Tray Corp, permitem que você edite o XML gerado, editando os produtos que serão cadastrados de acordo com sua estratégia, levando em consideração questões como a disponibilização de estoque e margem de lucro. Assim, é possível importar de maneira facilitada uma lista personalizada de mercadorias vendidas a partir da sua plataforma, sem ter que fazer um novo preenchimento exclusivo para o Google Shopping.

Dê lances no Google Ads

Utilizando as estratégias certas, você tem a chance de realizar suas vendas logo no primeiro clique. Nesse momento, você pode dar lances no Google Ads para chamar a atenção de seus potenciais clientes.

Geralmente, o mais recomendado é usar uma fórmula que tem como base o seu custo de produto subtraído pelo Custo de Mercadoria Vendida (CMV). Se, porventura, você já tiver o cálculo do markup dos seus produtos, essa etapa pode ser pulada tranquilamente.

Como você pôde observar, o Google Shopping é uma excelente ferramenta para aumentar as suas vendas e, consequentemente, seu faturamento. Ter à sua disposição estratégias eficientes é fundamental para manter o e-commerce competitivo no mercado virtual. Quando métodos como esse não são colocados em prática, as chances de o negócio não se sustentar aumentam.

Baixe o case: migração
Livraria Florence
Saiba como a Florence teve um crescimento 126% no tráfego orgânico e de 85% na receita desse canal após a mudança de plataforma!

Quero ler o e-book agora!