Início Tendências Como a tecnologia de impressão 3D está impactando o comércio eletrônico?

Como a tecnologia de impressão 3D está impactando o comércio eletrônico?

impressão-3d

transformação digital, de fato, modificou a forma como a nossa sociedade se comporta, permitindo que inovações tecnológicas façam parte das nossas rotinas. Um exemplo é a impressão 3D, que saiu dos laboratórios e universidades e aos poucos apresenta possibilidades para indústria e e-commerce do futuro.

Até pouco tempo atrás, contar com uma máquina capaz de realizar impressões em três dimensões era inviável. Afinal, o custo era alto e os processos não eram tão simples de serem entendidos. Hoje, algumas empresas já começaram a testar a tecnologia em estágio beta. A promessa é de que essa tendência se fortaleça nos próximos anos e apresente uma série de oportunidades para o mercado.

Para saber mais sobre como essa tecnologia pode impactar o comércio eletrônico, continue a leitura!

 

Qual o cenário da impressão 3D no mercado atualmente?

A impressão 3D pode até parecer muito longe da realidade atual do mercado, porém, não é o que indica um estudode 2018 realizado pelo Fórum Econômico Mundial. A projeção feita é de que, até 2022, 49% das empresas brasileiras devem investir recursos em tecnologias que permitam a impressão em três dimensões.

O impacto desse avanço tecnológico, portanto, promete ser grande nos próximos anos, modificando a forma como os produtos vão ser produzidos, os processos de logística e, é claro, o mercado de e-commerce como um todo. Afinal, um recurso antes restrito a grandes corporações vai se tornar mais acessível.

Para o consumidor final, a impressão 3D vai permitir, por exemplo, uma maior customização dos produtos, podendo deixar os itens da forma que deseja, seja para mudar uma cor de um item ou escolher um formato diferente. 

Afinal, com o processo rápido, a personalização vai se tornar um elemento ainda mais importante — o que faz muito sentido com o momento em que vivemos hoje de consumidores cada vez mais exigentes e em busca de serviços e/ou produtos que sejam de acordo com as suas preferências. Portanto, se cria uma excelente alternativa para que as empresas invistam ainda mais na experiência do usuário.

Para uma pequena ou média empresa, contar com uma máquina de impressão 3D mais acessível pode significar uma redução significativa de custos. A General Motors, por exemplo, conseguiu reduzir o preço de uma das etapas de produção de 3 mil dólares para apenas 3 dólares.

Em vez de gastar muito mais em um processo externo, a General Motors passou a imprimir em três dimensões algumas peças e, assim, economizou tempo e recursos. Além disso, o produto final não perde em qualidade, podendo ser mais leve e até mesmo mais resiste do que a peça produzida no processo tradicional.

Quais são as vantagens com a impressão 3D?

A principal vantagem da popularização das impressoras em 3D é justamente a amplitude de setores e indústrias que podem ser beneficiados por essa invenção. Apesar de atualmente ser mais utilizada em grandes fábricas e indústrias, os recursos já podem servir para fins médicos, por exemplo.

O impacto no mercado de e-commerces está justamente na otimização dos processos de produção. Para que isso fique claro, separamos as principais vantagens de começar a investir em impressão 3D.

Redução de custos

O principal benefício ao utilizar uma impressora 3D é a redução de custos. Não importa se a sua empresa está no segmento industrial ou da moda. É possível encontrar maneiras de substituir materiais utilizados na confecção de peças ou acessórios (como anéis e brincos), mas sem perder a qualidade.

Maior flexibilidade

Para criar peças com a impressão 3D, você vai precisar apenas da máquina e dos materiais necessários. Para uma fábrica, por exemplo, ao invés de contar com diferentes processos de fabricação caros, é preciso apenas uma máquina para criar a mesma peça. Assim, o seu negócio tem maior flexibilidade.

Processos mais rápidos

Até pouco tempo atrás, uma impressão 3D levava meses para sair do papel, enquanto hoje o processo pode durar algumas horas. Além disso, a impressora pode substituir processos ainda mais longos e demorados, concentrando toda a produção em uma única etapa no mesmo local.

Quais são as principais tendências dessa aplicação?

Quando pensamos na aplicação prática da impressão 3D no e-commerce, o ponto principal a ser analisado deve ser a customização. Afinal, é por isso que o consumidor mais procura no mercado — produtos que sejam de acordo com o que ele quer, ou seja, o mais personalizado possível.

A tendência é que o cliente possa escolher, por exemplo, a cor ou o tamanho do produto que está selecionando. O que também passa a ser uma vantagem para quem gere o e-commerce, afinal, você vai precisar produzir apenas o que for necessário, facilitando, por exemplo, o controle do estoque.

A produção em série passa a dar lugar para processos mais personalizados. O e-commerce vai pensar cada vez mais na compra de matérias-primas, ou seja, os materiais que vão ser utilizados no processo de produção.

Caso você pense em vender acessórios femininos, a dinâmica de trabalho acaba se modificando: o foco vai ser na compra dos materiais necessários para a produção e, assim, a confecção só acontece após o cliente selecionar o modelo que deseja. No e-commerce, portanto, a personalização se torna um diferencial com a impressão 3D.

Qual a relação dos consumidores com a impressão 3D?

Apesar de algumas tentativas, as impressoras em 3D ainda não se popularizaram a ponto de chegarem amplamente às casas dos consumidores. Afinal, é um longo processo, porém algumas iniciativas começam a aproximar o consumidor final dessa tecnologia. Espaços voltados para o desenvolvimento de projetos com esses recursos estão ganhando espaço nas cidades.

Se o consumidor busca por uma peça que já não é mais fabricada por uma empresa, por exemplo, basta se dirigir até um desses espaços e conseguir reproduzir o item que ele precisa. Ainda não é uma realidade, mas é uma tendência cada vez maior, principalmente com a popularização das impressoras 3D.

Portanto, a tendência é que o consumidor passe a se relacionar com a impressão 3D de maneira indireta, ou seja, com uma loja virtual sendo a responsável por tornar esse processo viável. Claro, levando em consideração as exigências e demandas do cliente, produzindo exatamente o que ele procura.

A impressão 3D, então, tem tudo para ser uma excelente aliada para que o seu negócio prospere cada vez mais. Com a democratização dessa tecnologia, a tendência é que mais pessoas possam se beneficiar de um recurso tão eficiente e que gera inúmeros benefícios, independentemente de qual seja o seu segmento de atuação.

Baixe o e-book: e-commerce
B2B de sucesso
Saiba como conquistar novos clientes e aumentar o faturamento a partir de uma experiência mais ágil e eficaz de vendas online!

Quero ler o e-book agora!