Início Logística Como otimizar a logística de um e-commerce e torná-la mais inteligente

Como otimizar a logística de um e-commerce e torná-la mais inteligente

logistica-inteligente

Você já parou para pensar como a logística é o coração de um e-commerce? É a sua eficiência que vai determinar não só os preços competitivos dos seus produtos, mas também a forma como você atende e encanta o seu cliente.

Pensando nisso, como praticar uma logística inteligente? Neste artigo, vamos abordar o assunto em diversos aspectos: a importância dessa preocupação, práticas para investir em inteligência e uma solução tecnológica para auxiliar o seu trabalho. Vamos lá?

 

Por que a logística é vital para o e-commerce

Quando falamos sobre uma loja virtual, podemos citar alguns pontos que são muito importantes para seu planejamento e seu sucesso: uma boa experiência do usuário, um sistema eficiente de cadastro e compra, marketing digital, etc.

Entretanto, do que adianta ter tudo isso se o e-commerce não consegue cumprir prazos ou então oferece fretes muito caros? A logística é o que torna o seu negócio real, palpável. É ele que vai transformar toda a estratégia de atração e conversão em uma venda de fato.

É por isso que o sucesso dessa área é o sucesso do negócio. Quando a logística é bem gerida e otimizada, os custos de operação caem, e você tem mais fôlego para negociar e oferecer condições melhores aos clientes.

O que torna uma logística inteligente

Talvez você não tenha ouvido sobre esse conceito dessa forma, mas, com certeza, já é algo que você busca no dia a dia da sua empresa.

A logística inteligente é aquela que se aproveita de recursos tecnológicos para o planejamento e estruturação de estoques e fretes de forma a conseguir o máximo de eficiência com o mínimo possível de recursos e esforços.

É aquela que se adapta rapidamente às situações e condições de mercado, ou às especificidades de cada cliente para conseguir ao mesmo tempo personalização no atendimento e padronização na forma como se trabalha.

Quais práticas levam a uma logística mais inteligente

Olhando dessa forma, parece algo para grandes investimentos em grandes negócios, mas isso não é verdade. Tornar sua logística inteligente é um processo de mudança de mentalidade sobre como você lida com a área.

Não sabe ainda como? Nós vamos listar práticas fundamentais para ter uma logística mais eficiente. Confira!

Invista na eficiência do seu estoque

A logística começa sempre no estoque. A inteligência é incluída no negócio por meio de planejamento, estratégia e controle sobre os produtos oferecidos por um e-commerce.

O bom gerenciamento de estoque vem do monitoramento em tempo real das mercadorias disponíveis, da reposição rápida de itens que estão acabando e até da disposição física dos produtos para agilizar a preparação de pedidos.

Na logística inteligente, cada item é acompanhado desde sua compra no fornecedor até a chegada na casa do cliente. Isso exige tecnologia e automação, mas também um planejamento de como o seu estoque funcionará baseado na demanda presente e futura.

Afinal, quanto mais controle, mais fácil fica para identificar e aprimorar a eficiência de todo o processo.

Foque em oferecer ao mesmo tempo vantagens para os dois lados

Dito isso, podemos trazer uma reflexão para inspirar suas próximas estratégias: a melhor logística é sempre aquela que consegue equilibrar os objetivos do lojista e as expectativas do cliente.

A logística funciona basicamente em duas vertentes. A primeira é a perspectiva do cliente, que, ao comprar alguma coisa pela internet, tem sempre sua urgência particular — mesmo que seja apenas o desejo de ter o produto o quanto antes.

Para ele, a logística eficiente vai ser sempre uma entrega rápida e barata. Porém, além da perspectiva do cliente, existe a sua, que é uma economia no despacho dos produtos — gastar o mínimo possível para enviar o produto e maximizar o seu lucro.

Então, se você se pergunta o que é uma logística eficiente, a resposta mais objetiva é: para o cliente, corresponde à entrega de um produto rápido e com um custo barato, enquanto, para o lojista, é uma economia para maximizar o lucro.

Esse é o mindset que você precisa ter daqui para frente. As práticas que listamos a seguir vão dar mais algumas ideias sobre como focar nesse tipo de planejamento.

Determine opções mais objetivas de frete ao cliente

Vamos então falar de algumas práticas que você pode aplicar diretamente não só para dar inteligência ao processo, mas para melhorar sua relação com o cliente.

Um erro comum dos gestores de e-commerce é pensar que o melhor caminho é oferecer mais opções de frete para o cliente final. No entanto, essa decisão pode ter o efeito contrário.

Quando a loja oferece muitas opções de frete, o consumidor pode ficar indeciso e até desistir da compra. Assim, o ideal é oferecer alternativas objetivas para ele, independentemente de quantos contratos com transportadoras você tiver para essa opção. Na verdade, para o cliente é irrelevante se a entrega será realizada pela empresa X ou Y — o que importa para ele é o prazo de entrega e preço pago.

Por isso, as modalidades mais comuns de frete disponibilizadas são:

  • normal, quando o cliente final opta por pagar menos no frete e sabe que vai demorar um pouco mais para receber sua encomenda;
  • expressa, quando ele escolhe receber mais rápido e sabe que, para isso, o frete vai custar um pouco mais.

Diversifique o seu contato com serviços de frete

Porém, limitar as opções do cliente não significa que você precisa limitar as suas. É inclusive o contrário! É preciso ter contrato com várias transportadoras, com os Correios e até mesmo com sistemas alternativos, como motoboys.

Assim, você tem diversas formas de atender o cliente e pode escolher a que dá mais lucro baseado em fatores como localização, percurso, prazo, etc.

Elabore logística para pontos de retirada e entrega agendada

Outra ideia interessante que está se tornando tendência são opções que se encaixam melhor na rotina dos consumidores (que têm horários mais flexíveis e ficam pouco em casa).

Investir em um ponto fixo de retirada é interessante porque barateia o custo do pedido para você e para o cliente. Já a entrega agendada é um serviço que agrega valor ao seu e-commerce sem gastar muito a mais por isso — se sua logística for focada em inteligência e controle.

Pense na logística reversa

Outro erro fundamental de e-commerces é não pensar na possível devolução do produto: a chamada logística reversa. Quando não há um processo definido para isso, uma coincidência de vários itens devolvidos ao mesmo tempo pode criar um caos no estoque.

Você não só precisa estar preparado para isso, mas também tem que se planejar para entender que haverá momentos de prejuízo que precisam ser mitigados com planejamento.

Qual é a importância da tecnologia nessa estratégia

De tudo que falamos nesse artigo, uma coisa em comum se destaca: a tecnologia é a facilitadora de todas essas práticas e estratégias em busca de eficiência.

Por isso é tão importante investir em uma plataforma de e-commerce robusta e especializada, que integre todos os aspectos do negócio e traga controle completo ao estoque.

Como você já deve ter percebido, logística inteligente é o centro do seu negócio. Com essa área funcionando da forma mais otimizada possível, é muito mais fácil vislumbrar lucro e crescimento no futuro.

Baixe o case: migração
Livraria Florence
Saiba como a Florence teve um crescimento 126% no tráfego orgânico e de 85% na receita desse canal após a mudança de plataforma!

Quero ler o e-book agora!