Início Estratégias de Marketing Personalização no e-commerce: uma grande aliada nas suas vendas

Personalização no e-commerce: uma grande aliada nas suas vendas

personalizacao-no-ecommerce

Ainda que muitas pessoas estejam comprando mais na internet, o número de lojas no universo digital também está crescendo e é fundamental apostar em diferenciais competitivos para se manter nesse segmento. Por isso, é muito importante entender como a personalização no e-commerce pode ser uma grande aliada das suas vendas.

Essa é uma estratégia que está sendo adotada até mesmo por grandes corporações, uma vez que proporciona uma melhor experiência para os clientes e amplia as possibilidades de que ele adquira ainda mais produtos. Confira o conteúdo a seguir e aprenda um pouco mais sobre esse assunto!

 

O que é a personalização no e-commerce?

O conceito de personalização no e-commerce consiste em proporcionar uma experiência única e individualizada para o cliente, fugindo da tentação de oferecer um serviço genérico e impessoal, que tenha apenas ofertas massificadas. É uma forma de fazer com que o consumidor se sinta bem atendido e satisfeito com o processo de compra.

Personalizar é tratar cada indivíduo de uma maneira única, procurando satisfazer suas necessidades, demandas, anseios e expectativas, considerando as especificidades do processo de venda e até mesmo depois. Existem diversas opções para fazer isso, mas a automatização é, sem sombra de dúvidas, a melhor escolha.

Existem soluções eficazes, que interpretam alguns dados fornecidos na navegação ou nas compras anteriores, produzindo páginas com as informações que aquela pessoa gostaria de ver, assim como métodos mais complexos, que fazem recomendações com base no comportamento do usuário no e-commerce naquele momento.

A personalização, portanto, é uma espécie de evolução da segmentação, que é uma prática cuja importância já era percebida pelo mercado há alguns anos. No entanto, enquanto a segmentação agrupava os compradores em pequenos grupos, a personalização trata cada pessoa de forma individual, o que a torna uma estratégia muito eficiente.

Como o e-commerce promove a personalização?

Agora que você já entendeu um pouco melhor o que é personalização, chegou a hora de compreender de quais maneiras uma empresa, sobretudo uma que atue no ambiente virtual, pode empregá-la de maneira prática. Existem algumas formas diferentes de fazer isso. Confira quais são a seguir:

Indicações com base no histórico

Uma das formas pelas quais um e-commerce promove a personalização é fazendo recomendações com base no histórico da pessoa naquela loja virtual. Em outras palavras, é feita uma análise de quais itens o usuário já adquiriu ou até mesmo visitou e, por meio desses dados, podem ser apresentados os itens desejados e até mesmo promoções envolvendo eles.

Essa é uma das grandes tendências do segmento, visto que considera as preferências do comprador e o seu estilo, sendo aplicada em tempo real em um bloco de recomendação. Com os itens sempre visíveis e fáceis de serem encontrados, tudo já fica pronto para ser adicionado ao carrinho, elevando as chances de fechar negócio.

Apresentação de itens similares à pesquisa

Enquanto o tipo de personalização anterior considerava todo o histórico da pessoa no site, a apresentação de produtos similares à pesquisa leva em conta apenas o momento atual, ou seja, utiliza somente os produtos visitados pelos clientes na navegação que ele está realizando no momento.

Dessa maneira, as vitrines virtuais serão moldadas de acordo com o que aquele usuário está clicando e demonstrando como intenção de compra, passando para ele a sensação de que está em uma loja na qual é atendido há muito tempo, em que os “vendedores” já conhecem suas expectativas e gostos pessoais.

Realização de um checkout inteligente

Com o passar do tempo e o aumento da experiência dos proprietários de e-commerces com os clientes que adquirem produtos no mercado digital, ficou muito mais simples compreender quais são as demandas desse consumidor e, da mesma forma, quais são os principais empecilhos para que ele efetive uma compra.

Por conta disso, foi possível perceber que problemas na hora do checkout estavam entre os itens que mais aumentavam as taxas de desistência. Sendo assim, as melhores soluções de e-commerce priorizam um checkout inteligente, no qual tudo é feito com o mínimo de abertura de janelas diferentes, além de oferecer formas de pagamento variadas e flexíveis.

Recomendação de itens complementares

Essa é outra estratégia muito comum das lojas virtuais e que você já deve ter percebido quando visita um e-commerce, sobretudo de grandes marcas. Quando um usuário acessa um item, como um aparelho de smartphone, por exemplo, o site pode recomendar itens complementares, como um cartão de memória, uma película e/ou uma capa protetora.

Essa tática, também conhecida como cross-selling, não apenas eleva o ticket médio dos compradores, como também melhora a sua experiência, visto que ele sente que está comprando em uma empresa que pode atendê-lo de uma forma completa. Essa é uma maneira não apenas de ter mais lucros, mas também de elevar a credibilidade e a autoridade da marca.

Quais são as vantagens da personalização no e-commerce?

Entre os principais benefícios da personalização nas lojas virtuais, podemos destacar:

Fluxo de compra mais dinâmico

Umas das grandes vantagens da personalização no e-commerce é que essa estratégia permite um fluxo de compra mais dinâmico, ou seja, todo o processo fica mais rápido e prático, deixando mais tempo para o cliente navegar pela loja e pesquisar produtos relacionados em vez de ter que ficar preenchendo formulários.

Bom retorno sobre investimento

Outra das vantagens da personalização no e-commerce é que ela costuma gerar um bom retorno sobre investimento (ROI). Mesmo que você disponibilize recursos para adquirir serviços ou produtos de inteligência para adotar essa estratégia, ainda ganhará em aumento do ticket médio, maiores números de vendas e ganho de credibilidade para a empresa.

Clientes mais satisfeitos

Por fim, mesmo que os clientes gastem mais, eles ficam mais satisfeitos com a personalização do e-commerce. Isso ocorre porque são melhor atendidos e veem apenas ofertas que têm a ver com o seu perfil de consumo. Esse acerto tem o mesmo papel de um consultor de vendas em uma loja física.

Como você pôde ver, a personalização no e-commerce é uma tendência cada vez maior no mercado e empresas que não contarem com alguma solução do gênero terão mais dificuldades não apenas para aumentar o seu fluxo de vendas, como também em reter os consumidores, especialmente a longo prazo.

Baixe o case: migração
Livraria Florence
Saiba como a Florence teve um crescimento 126% no tráfego orgânico e de 85% na receita desse canal após a mudança de plataforma!

Quero ler o e-book agora!