Saiba como fazer uma pesquisa de mercado em e-commerce- Tray Corp

Saiba como fazer uma pesquisa de mercado em e-commerce

A pesquisa de mercado é responsável por nortear decisões estratégicas e melhorias ao negócio online. Confira o nosso artigo e saiba mais sobre o tema.

Fizemos um conteúdo completo sobre como fazer uma pesquisa de mercado. Não deixe de conferir.

A pesquisa de mercado é uma ferramenta essencial para identificar oportunidades, forças e fraquezas de um e-commerce. Por meio de entrevistas, análises e consultas, os gestores obtêm uma ideia bastante precisa sobre o negócio, de modo a implementar melhorias nos seus processos e elevar a satisfação dos clientes.

Uma vez feita a pesquisa de mercado, é possível extrair uma série de informações. Nesse sentido, é de grande importância saber escolher os indicadores certos, de modo a assegurar as melhores tomadas de decisão. A análise da concorrência, por exemplo, permite que o negócio se mantenha atualizado no mercado, quanto às melhores práticas referentes ao atendimento e à experiência dos consumidores.

A seguir, apresentaremos o passo a passo de como fazer uma pesquisa de mercado. Dessa forma, o seu e-commerce terá condições de se posicionar bem, por meio da captação de clientes, da conquista e fidelização.


Escolha o tipo de pesquisa a ser feita

O tipo de pesquisa consiste em saber se ela será de pré-venda ou pós-venda. Isso ocorre porque existem diferenças entre as duas formas citadas.

Enquanto na pré-venda a viabilidade e aceitação de uma categoria de produtos é testada entre os consumidores, no pós-venda é analisado, dentre outras coisas, o nível de satisfação dos compradores, no tocante à forma de atendimento e se aquele item de fato sanou suas dores e necessidades.

Defina uma ferramenta

Após definir o tipo de pesquisa a ser feito, o próximo passo é escolher a ferramenta mais adequada. Nesse sentido, existem várias opções disponíveis, com pouco ou nenhum custo. As principais delas são:

  • formulários Google: uma das ferramentas mais populares, é gratuita e permite a visualização dos dados coletados na forma de gráfico;
  • Survio: ao contrário dos formulários Google, trata-se de uma ferramenta paga. Mas em compensação oferece mais opções como 100 modelos de pesquisas;
  • Typeform: pode ser usado na versão gratuita ou paga. Oferece a facilidade de integração com outras ferramentas do negócio;
  • Online Pesquisa: permite pesquisas externas de satisfação dos clientes e análises internas. Pode ser usado gratuitamente ou pago.

Crie perguntas objetivas

Um cuidado que deve ser tomado diz respeito à clareza, simplicidade e objetividade das perguntas. Lembre-se sempre do seguinte: muitas das vezes, as pessoas não têm muito tempo e nem disposição de dedicar uma parte de seu tempo para responder pesquisas.

Em outras palavras, quanto mais simples, conciso e objetivo, maiores serão as chances de os consumidores responderem àquela pesquisa de mercado e oferecer todas as informações necessárias para o aprimoramento contínuo do negócio online.

Além disso, as questões a serem abordadas devem ser fruto de um bom planejamento, pois é possível cair no erro de, embora as perguntas sejam simples e diretas, elas podem ter pouca ou nenhuma relação com aquilo que de fato se deseja saber.

Divulgue a pesquisa

O ato de divulgar a pesquisa contribui para a transparência e credibilidade do negócio. Dessa forma, os clientes saberão de um modo preciso se a empresa onde eles compram é de fato bem posicionada e consolidada no mercado.

Ofereça benefícios para quem respondê-la

Isso é válido principalmente quando a pesquisa de mercado é voltada para o pós-venda. Nesse sentido, é bastante positivo, por exemplo, oferecer algum desconto na compra de um produto do e-commerce, ou até mesmo um brinde.

Ao contrário do que se possa imaginar, esse tipo de incentivo não induz o consumidor a dar somente respostas positivas em uma pesquisa de mercado. Por meio de um benefício, será mais fácil abordar um número maior de compradores, o que ajudará o negócio a obter as informações de que precisa para realizar ajustes e aprimoramentos.

Estipule uma data para analisar as respostas

Depois de feita a pesquisa de mercado, definir uma data para análise das respostas é fundamental. Vale ressaltar que o planejamento é a chave do sucesso do procedimento. Logo, é preciso que as pessoas envolvidas na análise tenham não só tempo como também expertise e visão estratégica na hora de colher boas inferências.

Dependendo dos perfis de clientes abordados, um volume muito grande de informações foi coletado. Com isso, faz-se muito importante escolher previamente os indicadores que serão mais relevantes na hora de realizar os diagnósticos. Dessa forma, nem mesmo os mínimos detalhes passarão em branco.

Crie um plano de ação em cima do que foi diagnosticado

Depois que o diagnóstico foi feito, os gestores do e-commerce devem ter em mente que precisam elaborar um plano de ação. É por meio deste que o negócio traduzirá em melhorias todos os insights obtidos na pesquisa de mercado.

No tocante ao pós-venda, por exemplo, não é raro que os clientes tenham alguma dificuldade em usar um produto. Logo, é de grande importância procurar meios de estreitar a comunicação do consumidor com a empresa, de modo que as dúvidas sejam rapidamente esclarecidas, o que fará com aquele comprador faça negócios recorrentes. O plano de ação é de grande ajuda nesse sentido.

Existem vários tipos de pesquisa de mercado. Existem cinco que são bastante conhecidos, são eles:

  1. hábitos de consumo: busca identificar padrões, gostos e necessidades comuns entre os consumidores. Por meio dessa pesquisa, o negócio online consegue identificar e implementar muitas melhorias, que ajudam na conquista e fidelização do cliente com a marca;
  2. pesquisa interna: diz respeito ao nível de satisfação dos colaboradores. Com ela, é possível medir o nível de motivação dos profissionais e identificar aspectos que podem ser aprimorados, como a visão estratégica e as habilidades de comunicação com os outros colaboradores e com os clientes;
  3. marca: consiste em medir o quanto a empresa está perante os seus concorrentes;
  4. satisfação dos clientes: obter esse feedback é primordial, uma vez que induz o negócio online a buscar sempre estreitar sua relação com o consumidor, atendendo-o de forma cada vez mais humanizada e personalizada;
  5. clientes inativos: identifica os motivos que fizeram alguém deixar de comprar no e-commerce. Nesse sentido, o gestor pode, por exemplo, elaborar alguma estratégia para reconquistar esse comprador, como uma promoção ou um desconto.

A pesquisa de mercado auxilia o e-commerce a identificar oportunidades, forças e fraquezas. Com um bom planejamento e escolhendo os indicadores certos, é possível obter informações relevantes que ajudarão o negócio a se aprimorar constantemente.

cta-novo-ecommerce-b2cPowered by Rock Convert
Solicite uma proposta