Início Estratégias de Marketing Como conseguir uma boa taxa de conversão no e-commerce?

Como conseguir uma boa taxa de conversão no e-commerce?

taxa-de-conversão

Uma das métricas mais importantes do e-commerce é a taxa de conversão. É ela que vai medir o sucesso na execução de uma ação desejada, como clicar no anúncio de um produto e inscrever-se em uma newsletter, sendo a principal delas a transformação de um visitante em um cliente.

Assim, essa é a forma pelo qual vamos medir a probabilidade de uma ação ser realizada, com o foco na conversão em vendas.

O objetivo deste texto é apresentar a importância de investir no aprimoramento das taxas de conversão, além de descobrir o que pode ser considerado como um bom índice para o seu e-commerce e dar dicas e estratégias que ajudarão a otimizar esse indicador em seu negócio.

 

O que é a taxa de conversão?

A taxa de conversão é uma maneira de medir a eficiência das estratégias com o objetivo de levar o cliente a uma ação. No e-commerce, o principal fator a ser medido é a venda, mas outras ações podem entrar no cálculo, como cliques em um anúncio, utilização de cupom de desconto, etc. Essa métrica ajuda a empresa a saber se o retorno pelos investimentos em marketing está dentro do esperado. Mas como fazer esse cálculo?

A seguinte fórmula pode ser usada:

[ (Número de Vendas) ÷ (Total de Visitas) ] × 100 = Taxa de Conversão em %

Usando essa fórmula nós podemos saber que um site que teve 1000 visitas em um determinado período e efetivou 20 transações, a taxa de conversão calculada é de 2%. Com esses dados em mãos, é possível trabalhar para aperfeiçoar os processos e aumentar essa estatística.

Qual a importância de investir em estratégias de conversão?

Um grande segredo do investimento em estratégias de conversão é saber que, se bem-feitas, elas otimizarão os investimentos feitos, levando a mais vendas gastando menos. Isso, aliado a uma boa fidelização dos clientes, ajuda a garantir a sustentabilidade do seu empreendimento em longo prazo.

Não adianta investir muito dinheiro em campanhas de marketing e divulgação se, ao chegar no seu negócio, os usuários não tomam a decisão de compra. É importante trabalhar para aperfeiçoar o processo da tomada de decisão do consumidor e permitir que ele seja o mais simples e objetivo possível.

Quando a taxa de conversão pode ser considerada boa?

A avaliação de uma taxa de conversão depende de muitos fatores. É preciso analisar que tipo de negócio você está envolvido, qual o público-alvo e o segmento de atuação, além do valor médio dos produtos disponibilizados. Todos esses fatores influenciam nos números apresentados e no que é considerado bom. De toda forma, o contexto é fundamental para essa medição e comparação.

Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, o Brasil está abaixo da média mundial na taxa de conversão de e-commerce. A média mundial é de 4,14%, sendo que a brasileira está abaixo de 2%. É uma preocupação que tem a ver com o momento financeiro do país, mas também com a cultura de compras em ambiente virtual. A distância para a média mundial revela também que ainda há muito espaço para crescimento nesse setor.

De modo geral, a taxa de conversão do e-commerce no Brasil é de 1,65%. Esse é um número que avalia todos os tipos de negócios. Um resultado acima desse pode indicar algum sucesso, mas é preciso contextualizá-lo de acordo com as especificidades do seu empreendimento.

Outro ponto importante é avaliar o crescimento da taxa em relação aos meses anteriores. Se atualmente sua empresa converte 3%, qualquer número abaixo disso poderá indicar que algo está errado, assim como o crescimento da taxa apontará que você está no caminho certo. É interessante criar objetivos e metas que sejam possíveis de alcançar visando o aumento desse percentual.

Como otimizar a taxa de conversão?

Existem algumas práticas que podem ajudar a melhorar a taxa de conversão do seu negócio. É importante estar atento aos detalhes e melhorar no que for possível.

Facilite a vida do usuário

Quanto mais simples e direto for o seu processo de venda, maior será a probabilidade de concretização do negócio. Uma das práticas que ajudam a facilitar o caminho percorrido pelo cliente é colocar uma barra de pesquisa. Com a opção de poder pesquisar o que quer, o consumidor chega mais rápido no seu objetivo.

Garantir que a página carrega de forma rápida e que ela permanece no ar constantemente também facilitam a vida do usuário. Se, por um acaso, ele chegar ao seu negócio e a página não estiver funcionando, isso dificultará seu retorno em um futuro próximo. Por isso, é importante garantir a estabilidade do e-commerce.

Promova incentivos

frete grátis ou um cupom de desconto pode ser o que leva o cliente à decisão de compra. De forma planejada, é interessante disponibilizar essas oportunidades, mesmo que elas gerem custo adicional para o vendedor. Se os incentivos ajudarem a aumentar a quantidade de vendas, o investimento provavelmente valerá a pena. Além disso, as promoções ajudam o consumidor a pensar que não pode perder essa oportunidade, o que contribui para a tomada de decisão.

Crie relacionamento com os clientes

Descubra em quais redes sociais você encontra o seu público-alvo e crie um perfil para o seu negócio. Publique conteúdos de qualidade e de instrução. A interação pode gerar futuras vendas. O simples fato de encontrar o seu empreendimento no cotidiano também ajuda no reconhecimento da marca e reforça a sua presença.

Identifique os principais pontos de abandono

Descobrir em que pontos o cliente desiste da compra também é muito importante no e-commerce. Se um número muito grande de clientes desiste na fase do cadastro, é possível que tenha algum erro nesse estágio, como excesso de dados pedidos. Ao perceber o erro, você pode mudar nessa área e diminuir a quantidade de pessoas que desistem de fazer a aquisição.

Aumente a autoridade da sua marca no mercado

Quanto mais referência você for na sua área de atuação, maior a probabilidade de que o comprador chegue já decidido a efetuar a compra. Para aumentar a autoridade, é importante produzir conteúdo relevante sobre a sua área de atuação, educando os compradores e demonstrando o seu domínio sobre o assunto. A presença atuante nas redes sociais também ajuda a compartilhar esse conteúdo relevante e posicionar a sua marca frente aos concorrentes.

Esses são alguns dos caminhos que podem ser seguidos para conseguir crescimento na sua taxa de conversão. É preciso avaliar de maneira criteriosa onde está o problema e trabalhar para transformá-lo em solução. A plataforma de e-commerce escolhida tem impacto direto nisso, uma vez que ela é uma das grandes responsáveis pela experiência do cliente.

Baixe o case: migração
Livraria Florence
Saiba como a Florence teve um crescimento 126% no tráfego orgânico e de 85% na receita desse canal após a mudança de plataforma!

Quero ler o e-book agora!